quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

I Festival de curta-metragem da Escola Estado do Paraná


A professora de Língua Portuguesa, Muza Mara, da Escola Estado do Paraná levou o tema “artes” para a sua sala de aula abordando o assunto por meio do cinema. Os alunos fizeram pesquisas sobre as formas de expressão do cinema e escolheram o gênero terror para a produção de curtas-metragens que foram realizados na própria escola. A professora incentivou o gênero escolhido, mas sugeriu aos alunos a elaboração de cenas de suspense e não de violência.

Os alunos se dividiram em duas equipes e escreveram os roteiros. Eles mesmos conseguiram máquinas filmadoras e também levaram máquinas fotográficas digitais. As filmagens foram feitas à noite na própria escola com o acompanhamento dos pais que também ajudaram na maquiagem e figurino e as cenas foram editadas no computador pelos alunos. Das duas equipes surgiram dois curtas: "Os Espíritos do Livro" e "A Vingança”.

No dia 29 de novembro, a professora Mara organizou um momento na escola para exibição e eleição do melhor curta. Três professoras do NTE e duas professoras do Programa UCA, dentre elas uma especialista em cinema, participaram do júri que elegeu “Os Espíritos do Livro” como o melhor filme e roteiro. 

Segundo Mara, a experiência de criação do vídeo e textos, por meio da gravação das cenas e escrita do roteiro, envolveu a turma de alunos, que pretende organizar o segundo festival de curtas abrangendo outras escolas do bairro, como também, utilizar ambientes virtuais para hospedar os vídeos.


Confira o trailer do curta “Os Espíritos do Livro” e dê a sua opinião:



Fonte: Karla Silva e Renata Jaguaribe.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

UFC realiza confraternização com gestores, professores e multiplicadores do UCA-CE


No dia 20 de dezembro, a equipe UCA-UFC homenageou os multiplicadores e gestores das escolas do Programa UCA. O momento foi de reconhecimento pelo trabalho realizado nas escolas e de agradecimento pela dedicação e atenção prestadas em 2011.

O encontro proporcionou integração entre as escolas que apresentaram suas conquistas, desafios e perspectivas para 2012 por meio de vídeos, fotos e slides. Além disso, foi exibida uma homenagem elaborada pela Equipe UCA da UFC e o “Rap do UCA”, cujos compositores e músicos são alunos da escola Estado do Paraná.

Mensagem de Natal às escolas cearenses

A Equipe UCA-UFC deseja um Natal de muita paz e um ano novo repleto de realizações e sucessos a todos os professores, gestores e alunos das escolas inseridas no Programa UCA.

A seguir veja fotos da Confraternização e assista na íntegra à homenagem realizada:








Fonte: Equipe UCA-UFC.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

UFC realiza formação com equipe UCA-PI

As formadoras Betânia Rocha e Claudenice Souza da Equipe UCA-UFC estiveram presentes no V Encontro de Formação de Multiplicadores do Projeto UCA no Piauí que aconteceu nos dias 05 e 06 de Dezembro de 2011 no Auditório do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em Teresina.

Na programação do primeiro dia de formação houve, no início da manhã, a entrega de materiais e uma roda de conversa sobre o andamento das atividades a distância (fóruns), na oportunidade o Prof. Leonardo Ramon fez um resgate dos temas discutidos nos encontros anteriores. No segundo momento da pauta foi aberta a discussão sobre o uso político do Projeto UCA pelas autoridades, fato considerado constrangedor pelo grupo que afirma conviver ainda, com muitas dificuldades relacionadas à estrutura das escolas envolvidas no projeto.

Em seguida foi realizado um relato sobre o SBIE 2011 e Escolas UCA no Brasil, seguido de uma atividade de leitura de estudos de caso e formulações de apresentações posteriores sobre as conclusões do texto pelos representantes de grupo. A manhã foi finalizada com o deslocamento do grupo para cidade de Nazária onde houve o lançamento do Projeto UCA com a presença das autoridades locais. O governador não pode comparecer ao evento, mas enviou um representante. Umas das fotos do dia:


Durante o horário da tarde foram apresentados vídeos com experiências vivenciadas com o laptop educacional na Escola Monteiro Lobato e relato da visita do Prof. Rodrigo Veras (equipe de formação do UCA-PI) a Fortaleza e a escola em questão. O primeiro dia do encontro foi finalizado com uma síntese das atividades do dia feita pelos responsáveis: Prof. Leonardo Ramon e Prof. Rodrigo Veras.

No segundo dia de formação, a programação ficou sob a responsabilidade das formadoras Claudenice Souza e Betânia Rocha. Inicialmente o grupo se apresentou e pode socializar conquistas e dificuldades do Projeto UCA no estado do Piauí. Todos mostraram preocupação acerca das ações ainda em andamento referentes a estrutura das escolas para desenvolvimento do projeto e com as questões pedagógicas ligadas a mudanças das práticas tradicionais muito arraigadas entre os professores de modo geral. Entretanto, socializaram avanços que vem acontecendo e que são decorrentes da simples presença dos laptops UCA nas salas de aula.


Relato do Grupo UCA-UFC:

Conseguimos atender as solicitações do Prof. Leonardo Ramon com relação a apresentação de exemplos de como elaborar o PROGITEC e orientações passo a passo para a criação do documento a partir do Plano Estratégico, que o grupo se responsabilizou em apresentar no próximo encontro a ser realizado em Fevereiro/2012. Ressaltamos para o grupo a importância do envolvimento e integração das equipes gestoras das escolas e professores na elaboração e desenvolvimento das ações do Plano Estratégico e do PROGITEC para garantir o sucesso no Programa UCA nas escolas.

Consideramos que o encontro foi produtivo, principalmente pelos registros feitos pelos participantes e pela preocupação que demonstravam no desejo de querer avançar nas propostas apresentadas. Observamos em vários momentos que o grupo registrou as ideias, sugestões e vivências, como forma de lembrar sobre o que foi conversado, o que consideramos uma característica positiva da parte dos multiplicadores.

A seguir veja mais fotos e um vídeo do encontro:

 



Fonte: Betânia Rocha e Claudenice Souza.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Alunos da Escola de Iguatu realizam documentário sobre Projeto Marcas do Brasil

Os alunos do 1º ano C da Escola Francisco Holanda Montenegro, em Iguatu, sob orientação da professora Keuly, produziram um documentário sobre o "Projeto Marcas do Brasil: conhecendo nossa identidade cultural" como atividade da disciplina de Sociologia. O vídeo foi gravado na comunidade do Açude do Governo com a câmera do laptop educacional do Programa Um Computador por Aluno (UCA) e editado no Laboratório de Informática do colégio.

Os objetivos do projeto foram os de proporcionar aos discentes subsídios para o entendimento e divulgação da cultura regional e local e favorecer as descobertas de valores socioculturais e, consequentemente, projetar o respeito pela tradição e a preservação da pratica cultural de sua comunidade.

Para mais informações acesse o Blog UCA da Escola Francisco Holanda Montenegro.

A seguir leia o projeto na íntegra e assista ao documentário produzido:

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Escola de Jijoca promove Feira Cultural

No dia 19 de novembro a Escola Senador Carlos Jereissati promoveu a II Feira Cultural onde foram contempladas as diferentes áreas do saber, entre português, matemática, ciências, geografia e informática, com ênfase nas temáticas "História e Cultura afro-brasileira e indígena" (Lei 11.645/2008) e "Música na Educação" (Lei 11.769).

Acesse o Blog da Escola Senador Carlos Jereissati para ver as fotos do evento.

Fonte:http://cjjijoca.blogspot.com/2011/11/cultura-afro-braleira-e-indigena-na.html

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Rádio UCA: unindo as tecnologias em busca da aprendizagem

Alunos e professores da Escola de Ensino Médio Francisco Holanda Montenegro, localizada no Distrito de Alencar, em Iguatu, no Ceará, criaram a Rádio UCA. O projeto propõe redimensionar o uso do computador no horário do recreio, tornando-o um momento de interação entre gestores, professores e alunos a fim de proporcionar um espaço de aprendizagem coletiva. A ideia surgiu a partir da constatação de que o acesso livre no horário do recreio era mal utilizado.

De acordo com a professora Mauricélia Lavor, um dos objetivos desse trabalho é inserir as tecnologias da comunicação na prática pedagógica, tornando-a um espaço de interação e aprendizagem colaborativa para alunos, professores e gestores, além de orientar os alunos na utilização das redes sociais para facilitar a comunicação e responderem aos desafios propostos.

A Rádio UCA surgiu como parte de uma das ações do “Projeto da Escola: Unindo as Tecnologias na Busca da Aprendizagem”. Desde a implantação do Programa UCA na escola, professores e gestores têm unido esforços para dinamizar o uso dos laptops no cotidiano das aulas, garantindo a efetivação da aprendizagem.

Para participar da Rádio UCA, foram selecionados alunos-monitores que participaram de uma formação online. O grupo escolhido passou a auxiliar efetivamente na condução da Rádio UCA. A criação da rádio teve como um dos propósitos unir as tecnologias da comunicação – ambiente de rede e rádio, ampliando a comunicação e tornando um espaço de produção de conhecimento envolvendo todas as áreas do ensino.

A programação da rádio inclui músicas, informações sobre eventos da escola, além de utilidades. O projeto ainda está em fase de construção. 

Clique aqui para acessar a Rádio UCA.


Fonte: Professora Mauricélia Lavor.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

UCA é destaque no SBIE-WIE

Nos dias 24 e 25 de novembro aconteceu em Aracaju, Sergipe, o I Workshop sobre Formação e Experiências Educacionais no Projeto Um Computador por Aluno (UCA), como parte da programação do XXII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE) e XVII Workshop de Informática na Escola (WIE).

O evento foi idealizado e organizado pelos professores José Aires Castro Filho (UFC), Mauro Pequeno (UFC), Anne Alilma Ferrete (UFS) e Simão Pedro Marinho (PUC-MG) e contou com a visita a duas escolas UCA de Sergipe: a Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof.ª Maria Thetis Nunes, em Aracaju, e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Terezinha dos Anjos Santos localizada no município de Barra dos Coqueiros, contemplado com o UCA Total, além da apresentação e debate de 10 trabalhos em sessão de comunicação oral e 6 em sessão de pôster.

O interesse pelo Workshop foi tanto que a sala Lírios do Centro de Convenções do Hotel Parque dos Coqueiros ficou pequena para comportar todos os presentes. Além do sucesso do Workshop UCA, o projeto também ganhou destaque no SBIE e WIE nos quais foram apresentados diversos trabalhos realizados no âmbito do UCA. Os pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC) apresentaram 6 artigos sobre o projeto, dentre eles, o trabalho “O uso do blog como ferramenta de ensino-aprendizagem por professores participantes do Projeto Um Computador por Aluno (UCA)”, dos autores Renata Lopes Jaguaribe Pontes e José Aires Castro Filho que foi premiado como o melhor trabalho do WIE – Trilha 2. Clique aqui para acessar os anais do evento.     

No final da tarde de quinta-feira (24), houve uma reunião com os coordenadores e representantes dos grupos UCA no Brasil que contou com a presença dos seguintes professores: Léa Fagundes (RS), José Aires Castro Filho e Mauro Pequeno (CE), Anne Alilma (SE), Apuena Gomes e Cristina Paiva (RN), Stela Piconez (SP), Paulo Gileno (PE), Alexandre Direne (PR), Nelson Pretto (BA), Luiz Paulo Mercado (AL), Francilene Duarte (MA), Maria Helena (Piraí – RJ), Gildásio Guedes e Leonardo Ramon (PI), Simão Pedro Marinho (MG), além de outros representantes dos grupos UCA do CE, MA, PI, RN e DF.

Em 2012, o SBIE e o WIE farão parte do Congresso Nacional de Informática em Educação, enquanto que o Workshop UCA virará o Simpósio Nacional do UCA. Agora é aguardar a próxima edição que será realizada em terras cariocas.

A seguir veja fotos de momentos UCA no evento:

domingo, 27 de novembro de 2011

Escola de Jijoca instala o sistema operacional Ucabuntu nos laptops



Em 2010, a Escola Carlos Jereissati, situada em Jijoca de Jericoacoara, recebeu os laptops do Projeto UCA com o sistema Metasys e após a realização de alguns testes, percebeu-se a rapidez, facilidade e agilidade em utilizar os aplicativos com o sistema UBUNTU. De imediato a alteração foi aprovada pelos professores e alunos em utilizar o laptop com o sistema operacional em teste.

Foi realizada a instalação em trinta laptops para comparar a velocidade na execução dos aplicativos, como também da internet e mais uma vez foi aprovado pelos alunos devido ser mais rápido para iniciar o próprio sistema quanto os aplicativos.

Adaptando o Ubuntu para a realidade da Escola Carlos Jereissati, foram retirados alguns aplicativos e instalados outros, entre outras alterações. Esse novo sistema operacional foi batizado de UCABUNTU, o laptop do Projeto UCA utilizando o Ubuntu.

Veja mais informações e fotos acessando o blog da Escola Carlos Jereissati.

Fonte:http://cjjijoca.blogspot.com/2011/11/ucabuntu-o-novo-sistema-operacional-dos.html

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Confira os trabalhos aceitos no I Workshop UCA


Nos dias 24 e 25 de novembro, em Aracaju, Sergipe, será realizado o I Workshop sobre formação e experiências educacionais no Projeto Um Computador por Aluno (UCA) que acontecerá paralelamente ao XXII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE) e XVII Workshop de Informática na Escola (WIE).

O Workshop UCA tem como objetivos:
  • Debater os diferentes modelos de formação de professores e gestores realizadas pelas equipes de formação do UCA. 
  • Compartilhar diferentes experiências pedagógicos realizadas no UCA;
  • Estabelecer trocas de experiências entre os pesquisadores e professores participantes do UCA e a comunidade científica afiliada à informática na educação. 
Visando discutir os resultados de estudos realizados na âmbito do Projeto UCA foram selecionados dezesseis trabalhos para serem apresentados. Dentre eles estão dois artigos de autoria de pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC), os quais são: "Reflexões sobre a formação docente do Projeto Um Computador por Aluno (UCA) em uma escola estadual de Fortaleza", de Renata Lopes Jaguaribe Pontes, Karla Angélica Nascimento, Katyuscia Viana e José Aires Castro Filho e "Interações multiculturais mediadas por computador: as percepções de dois participantes sobre o projeto Nossos Lugares no Mundo", de  Lavina Lúcia Vieira Lima, Lucas Vasconcelos, Daisyane Carneiro Barreto, Alisandra Fernandes e José Aires Castro Filho.

Para conferir a lista completa dos trabalhos aceitos, clique aqui.

Fonte: http://sites.google.com/site/sbiewie2011wokshops/iwuca

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Escola Monteiro Lobato apresenta Programa UCA em evento

No dia 10 de novembro aconteceu a I Feira de Ciências e Cultura promovida pela Secretaria Municipal de Educação (SME), no Náutico Atlético Cearense, em Fortaleza. A Feira contou com a presença de escolas municipais e teve como objetivo expor trabalhos de diversas áreas temáticas como Ciências Humanas, Ciências Ambientais, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Tecnologia na Educação e Robótica Educacional.

A Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Monteiro Lobato apresentou o Programa Um Computador por Aluno (UCA) a partir de vídeos e utilização do próprio laptop educacional, como também, por meio do desenvolvimento de um chat entre os alunos da escola e visitantes da Feira com autores do Club dos Novos Autores.

Essa atividade faz parte do Projeto "Formando Escritores em Ação", coordenado pela professora da biblioteca Jane Viana, com a colaboração da professora de laboratório Francilangela Clarindo, e que envolve as turmas dos 4º e 5º anos. Anteriormente, os alunos já haviam realizado uma entrevista com os autores durante uma aula na biblioteca.

Para ler a conversa desenvolvida durante o chat, acesse o Blog Biblioteca Ativa da Escola Monteiro Lobato.

A seguir confira fotos da Feira:


Fonte: Karla Silva, Renata Jaguaribe e Blog Biblioteca Ativa da Escola Monteiro Lobato.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Conheça blog de professora da Escola UCA de São Gonçalo

A professora Rita de Oliveira Gois da Escola Poetisa Abigail Sampaio, em São Gonçalo do Amarante, criou o blog “Descobrindo o Aprender” no qual escreve notícias denotando a aplicabilidade do laptop educacional do Projeto Um Computador por Aluno (UCA) no colégio.

Clique aqui para conhecer o Blog e leia a seguir algumas postagens:

Nosso Projeto: Pais e Alunos Interagindo no Mundo da Educação Informatizada! (07/11/2011)

 

 

Nosso Projeto teve início no dia 05/11/2011, onde pais e filhos compartilharam saberes...a diretora Emília Alcântara fez uma bela abertura sobre o mesmo e explanou para os participantes presentes toda a trajetória do UCA (Um Computador por Aluno) em nossa Escola Poetisa Abigail Sampaio.

Pais descobrindo com as tic, a EDUCAÇÃO que contagia! (07/11/2011)

 


No começo da um medo em viver um projeto tão impactante! Depois de presenciar seus primeiros passos, nos arrependemos pela fraqueza de não ter ousado antes, sonhar um sonho real.

Fonte: Professoras Rita de Oliveira Gois e Bernadete Oria.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Intel apresenta conceito de tablet educacional


Depois da linha de notebooks Classmate, a Intel apresentou nesta quinta (27) seu conceito de tablet educacional para ser usado nas escolas brasileiras. O produto é apenas uma prévia do que poderá ser lançado no mercado – a Intel ainda negocia a fabricação com empresas de PCs no país –, mas é o primeiro ultraportátil criado exclusivamente para uso em educação.

No mundo, de acordo com a Intel, já são 5 milhões de estudantes que utilizam dispositivos educacionais. Apenas no Brasil, 150 mil alunos em 300 escolas dispõem de notebooks educacionais nas salas de aula.“A criança cada vez mais tem contato com a tecnologia fora do ambiente escolar. No Brasil, 66% das crianças da classe C tem acesso a internet. Não faz sentido deixar as novas tecnologias do lado de fora da sala de aula”, explicou Fernando Martins, presidente da Intel. “O aluno do século 21 será mais bem-sucedido se tiver seu ensino integrado às tecnologias", completou.

Martins ressalva, no entanto, que o tablet é apenas uma ferramenta dentro de uma cadeia que deve ser proposta nas escolas – sozinho ele não é suficiente para “educar”. “O uso de tecnologias assim depende da instituição de uma política pública, aliada a um modelo pedagógico específico, da formação dos educadores que vão lidar com elas, além de um novo método de avaliação dos próprios alunos.”

O tablet da série Learning da Intel, da qual faz parte o Classmate PC, já usado em algumas escolas do Brasil, possui uma configuração básica. A tela, de 7 polegadas, é multitoque e capacitiva, com resolução de 1024 x 600 pixels (widescreen). Possui entradas USB e HDMI, acelerômetro, câmera frontal (0.3 megapixels) e traseira (2 megapixels), suporte a Wi-Fi e 3G. O desempenho fica por conta do processador Atom Oak Trail, da fabricante.
 
O grande diferencial do ultraportátil, que pesa 550 gramas, é sua alta durabilidade, tendo em vista seu “público-alvo”: é à prova d´água (possui capas emborrachadas especiais para proteger as entradas e conectores), resistente à poeira e queda. Durante a apresentação, Fábio Tagnin, gerente de Educação da Intel do Brasil, deixou o tablet cair propositalmente várias vezes para mostrar sua resistência e o dispositivo permaneceu “ileso”.

Como dispositivo de segurança, o tablet possui um sistema de emissão de certificados digitais. "Eles têm duração que varia de um a dois dias; depois, é necessário que o tablet esteja na escola para que um novo certificado seja emitido. Quando ele expira e não é renovado, o dispositivo para de funcionar", detalha Tagnin. Ainda segundo o executivo a faixa de preço do tablet ficará próxima a de notebooks usados no Programa Um Computador por Aluno (Prouca), que estão em torno de R$ 344 e R$ 376.

Um Computador por Aluno

Segundo o presidente da Intel, o lançamento do tablet também tem como foco seu uso dentro do Programa Um Computador por Aluno (Prouca), do Governo Federal, que pretende promover a inclusão digital nas escolas públicas no país, mediante o financiamento de computadores portáteis às instituições. “Existe o programa e o desejo de continuidade e expansão dele”, disse.

O principal empecilho à expansão do programa, no entanto, ainda é a deficiência em banda larga no país. Conforme avalia Tagnin, apesar de existir um movimento para que todas as escolas públicas sejam conectadas à internet, a média de velocidade dos links ainda é baixa. “Aqui, vemos escolas com 2 Mbps (megabits por segundo), velocidade que tem de ser dividida com 500 alunos. No Chile, as escolas públicas já tem banda larga em torno de 10 Mbps, fica até difícil comparar.”

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Lançamento do Projeto UCA no Maranhão

O Maranhão inicia um novo processo de inclusão digital nas escolas da rede pública. No último dia 26 de setembro, ocorreu o lançamento oficial do projeto Um Computador por Aluno, do Ministério da Educação. Autoridades educacionais de renome participaram da solenidade no Auditório Central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). 

Esse projeto é importante por colocar as três esferas do governo trabalhando em conjunto: a federal, a estadual, e a municipal. Estes alunos são o futuro do país e necessitam de um ensino feito da melhor forma possível, com tecnologia”, declarou o reitor da UFMA, Natalino Salgado.


O projeto é de iniciativa federal e tem finalidade de promover a inclusão digital, por meio da distribuição de um laptop para cada estudante e professor de educação básica em escolas municipais e estaduais. Dessa forma, será possibilitada uma metodologia centrada no desenvolvimento autônomo dos discentes, baseado na cooperação entre eles. Através do Núcleo de Educação a Distância (NEaD), a UFMA será responsável por criar estratégias pedagógicas e logísticas para a implementação do programa.

Ao todo, o processo compreende três etapas. A primeira consiste no acompanhamento da entrega dos equipamentos nas instituições de ensino, realizada durante o mês de agosto. Na segunda etapa, a UFMA realizará uma formação continuada a professores, que posteriormente serão os multiplicadores do programa, orientando pedagogicamente o uso dos computadores pelos alunos nas escolas contempladas. Esta fase — com carga horária de 180 horas divididas em quatro módulos — teve início logo após o lançamento do programa, no Centro Pedagógico Paulo Freire.

Durante a terceira fase, serão realizadas a verificação e avaliação dos procedimentos dos multiplicadores em sala de aula. 
É um programa que se inicia hoje, no nosso estado, mas a tendência é crescer e atingir o maior número possível de jovens, que precisam da internet como ferramenta complementar nos seus estudos e entender o que acontece no mundo hoje, em termos de comunicação”, comentou o secretário municipal de Educação, Othon Bastos. 


Uma das beneficiadas pelo UCA, a aluna Anne Caroline Sousa se mostra empolgada com as novas perspectivas para a sala de aula. “Acho interessante para os alunos aprenderem mais sobre a informática e para que, na hora que precisarmos fazer uma pesquisa, não precisarmos ir à lan house e usar (o computador) não sozinho, mas compartilhando com seu colega”.

No Maranhão, o UCA atenderá a 6.249 estudantes e 673 professores, em 12 escolas. Em todo o Brasil, o número de beneficiados ultrapassa os 25 mil, em 301 instituições. 
O diretor do Núcleo de Educação a Distância, Othon Bastos Filho, abordou o novo projeto dentro do papel da Universidade e do novo cenário educacional brasileiro, classificando-o como mais uma ferramenta para o uso das tecnologias na educação.


O NEaD, desde 2007, com o início da atual gestão, investe na capacitação de docentes e profissionais que trabalham as TICs (tecnologias da informação e comunicação). O projeto UCA faz parte do processo de formação de docentes, nesse caso, multiplicadores desenvolvidos no projeto. E nós também faremos acompanhamento in loco da aplicação de teoria e práticas utilizadas nas escolas, com visitas estratégicas para aplicação desse processo e para que realmente ‘chegue na ponta’ o uso do computador, tanto como ferramenta pedagógica, tecnológica e de pesquisa, conclui Bastos. 


Marcaram presença também, na cerimônia de abertura, o secretário de Estado da Educação, João Bernardo Bringel, além de alunos, pais professores, gestores educacionais, e representantes das prefeituras de municípios abrangidos pelo programa. 
O lançamento reuniu representantes de renome na área da educação, nas esferas federal, estadual e municipal.




terça-feira, 25 de outubro de 2011

Projeto UCA-CE é destaque em matéria de capa do jornal O Povo

Neste domingo, 23, O Projeto Um Computador por Aluno (UCA) no Ceará, exemplificado pela Escola Monteiro Lobato, foi destaque na matéria de capa do jornal O Povo. Leia parte da matéria a seguir:

O desenho do futuro
Um laptop por aluno nas escolas públicas, tablets e lousa digital nos colégios particulares. A tecnologia já é - ou será em um futuro muito próximo - companhia nos estudos. Mas ainda precisa andar de mãos dadas com a educação e acertar o passo com a qualidade do aprendizado

444 alunos da Escola Monteiro Lobato foram contemplados com a inclusão digital por meio Projeto UCA. Foto: Sara Maia.

O futuro está nas mãozinhas curiosas de Maria Manoela Gomes de Souza Silva, 6, aluna da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental (EMEIF) Monteiro Lobato. “Eu tava mexendo na ‘prova do coelho’. Se a gente acertar, ganha uma cenoura, duas ou dez. Aí, o computador diz: ‘Parabéns!’”, conta sobre a aula daquela tarde.

A aula de matemática virou uma feliz exclamação a partir de maio de 2010, quando a Monteiro Lobato, ex-anexo da Emeif Rachel de Queiroz e esperança em uma rua estreita do bairro José Walter, ligou-se ao projeto Um Computador por Aluno (UCA), do Governo Federal. Do outro lado da cidade, o Colégio Christus implanta lousas digitais que prometem uma reviravolta 3D nos conteúdos didáticos, enquanto o Ari de Sá anuncia a substituição do papel por tablets. A tecnologia já é companhia nos estudos. Na sala de aula ou de casa.

“A proposta é de o computador ser do aluno, personalizado. E eles puderem levar para casa. Quando saírem da escola, devolvem, como se fosse o livro didático”, aponta a diretora da Emeif Monteiro Lobato, Carolina Oliveira Muniz, 45, o passo seguinte do UCA. Já os tablets devem conter, a partir de 2013, hiperlinks que levem o conteúdo didático e o professor (por meio de plantões online) onde o aluno estiver – projeta o gestor de tecnologia do Ari de Sá: “Passa a ser um material onde eu possa fazer, de fato, uso da plataforma”. Antes, em 2012, explica Andrey Lima, “não temos muita mudança significativa, só a mudança de mídia: sai do papel e vai para o ebook”.

Cautela e conhecimento

Ainda que a tecnologia adiante o mundo, as escolas devem ter cautela na velocidade de consumo das novas plataformas. A mudança é muito maior – e menos visível – do que a troca de pincel por projetor, da matéria ditada por descobertas na Internet, de livros por tablets. “Com a tecnologia, está havendo uma aceleração da forma de como o conhecimento vai ser construído. O professor tem que entender que não mais será o dono do conhecimento”, reconhece David Rocha, diretor do Christus. “Ele vai facilitar a construção de novos conhecimentos, pelos alunos, em sala de aula”, completa.

A geração de alunos na faixa etária dos 10, 12 anos, desembarca na sala de aula com uma bagagem de mundo (virtual) considerável, destaca o gestor de Tecnologia do Ari de Sá. Pai de uma criança de 3 anos que mexe no tablet de casa “com uma desenvoltura absurda”, entendendo cores e sons por si própria, Andrey Lima observa que “essa geração tem uma velocidade completamente diferente de interpretar, de perceber, de interagir”.

E é nesse ponto que a tecnologia pode, de fato, andar de mãos dadas com a educação e acertar o passo com a qualidade do aprendizado. A grande mudança – ainda pouco percebida - é a troca de ensinamentos entre aluno e professor. “A importância do professor, hoje, é de se envolver com essa mudança. E isso é que é o difícil para o professor: ele não é mais o centro do conhecimento, só está intermediando o conhecimento”, considera Carolina Muniz, diretora da Emeif Monteiro Lobato.

Mais do que a tecnologia ainda possa inventar como ferramenta ou encanto, este é o real futuro da educação, que Carolina ouvia desde quando se formava professora e que agora pode se fazer mais presente. “Ensino de qualidade é essa troca de conhecimento, onde o professor é mediador. Sou formada há 25 anos e essa era uma fala que era muito distante. Hoje, a gente pode ver... Essa postura do professor, de trocar o conhecimento com um menino de 9 anos (como os que crescem monitores do UCA) é que tem mudado. A valorização do conhecimento do outro”.

Ana Mary C. Cavalcante
anamary@opovo.com.br

Leia a matéria na íntegra a seguir:

O Povo 23-10-2011 capa

O Povo 23-10-2011 pag 18

O Povo 23-10-2011 pag 19

Fonte: Jornal O Povo Online 

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Telejornal exibe matéria sobre uso dos laptops em escola UCA cearense

No último dia 18, o telejornal CETV, transmitido pela TV Verdes Mares, exibiu uma matéria que abordou como escolas cearenses estão utilizando a tecnologia para auxiliar a educação, como exemplo foi citada a Escola Monteiro Lobato, em Fortaleza, contemplada com o Projeto Um Computador por Aluno (UCA). Assista a matéria logo a seguir:




Fonte: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1667064-7823-ESCOLAS+PUBLICAS+CEARENSES+FAZEM+TESTES+COM+TABLETS,00.html

terça-feira, 11 de outubro de 2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Laptops da escola de Quixadá recebem novo sistema operacional

No dia 15 de setembro, a Escola José Martins Rodrigues realizou a substituição do Sistema Operacional Metasys pelo Sistema Operacional UbuntUCA nos laptops educacionais do Programa Um Computador por Aluno (UCA). A mudança foi necessária, tendo em vista as dificuldades do Sistema Metasys, tornando a realização de muitas atividades um processo muito lento.

Segundo a Professora do Laboratório Escolar de Informática (LEI), Suely Teixeira, o UbuntUCA está revolucionando a sala de aula, pois os alunos estão usufruindo muito mais para realizar ativiades como: pesquisas, acesso a livros, imagens e músicas. “Esses recursos chegam muito mais rápido na telinha e podem ser baixados imediatamente, tornando assim, as aulas muito mais interessantes, proveitosas e sem perda de tempo”, diz Suely. Para o professor Marcílio Dias, ficou até mais fácil para resolver alguns problemas técnicos que são solucionados com mais rapidez.

Durante as aulas de apropriação tecnológica para apresentação do novo sistema operacional foi constatado que, como os alunos já tem domínio básico do laptop, a mudança não trouxe dificuldades, pelo contrário, segundo os alunos: “ tudo se tornou mais fácil”.

A grande vantagem deste novo sistema, segundo a aluna Luanna Joyce do 3° Ano B, é a rapidez, promovendo aulas mais longas e proveitosas. A satisfação é geral, tanto alunos como professores estão satisfeitos com o novo sistema operacional, acreditando que agora poderão ter mais redimento nas aulas com o uso dos laptops.




terça-feira, 27 de setembro de 2011

UFC realiza novo encontro para formação de multiplicadores e gestores do Programa UCA

Nos dias 22 e 23 de setembro foram realizados novos encontros de formação dos multiplicadores dos Núcleos de Tecnologia Estaduais e Municipais (NTEs e NTMs) e gestores das escolas participantes do Programa UCA no Ceará. Os encontros aconteceram no Auditório do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e foram organizados pelo grupo de formação do Programa UCA da UFC, sob coordenação do professor José Aires Castro, responsável pelo projeto no Ceará.

Realizado no dia 22 e conduzido pelas integrantes do grupo UCA da UFC, Katyúscia Viana, Fabiana Medeiros e Renata Jaguaribe, o encontro dos multiplicadores contou com a apresentação geral do Módulo 4 – Elaboração de Projetos; a realização de uma discussão sobre conceitos e características de um projeto; e a exposição de exemplos de projetos realizados em escolas pelas professoras Auricélia Silva e Lavina Lima.

Enquanto que no encontro dos gestores, ocorrido no dia 23 e conduzido pelas formadoras do grupo UCA da UFC, Betânia Rocha e Auricélia Silva, os gestores socializaram as dificuldades e os trabalhos já realizados na escola a partir do desenvolvimento do plano de ação planejado no encontro anterior, assim como, revisaram as sugestões feitas para a finalização do PROGITEC. Ao final do encontro, os gestores de cada uma das nove escolas UCA cearenses apresentaram os itens desenvolvidos na elaboração de tal documento.

Nesse mesmo dia, os professores responsáveis pela parte técnica do UCA nas escolas também tiveram um momento de orientações realizado pelos representantes da UFC, Thanius Pinho e professor Gabriel Paillard, no qual foi apresentado como pode ser realizada a troca do sistema operacional, além da resolução de problemas surgidos nos laptops educacionais.

Confira a seguir as fotos dos encontros:



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Encontro de Formação do Programa UCA em Quixadá



No último dia 17 os professores e gestores da Escola José Martins Rodrigues, em Quixadá, tiveram mais um encontro de formação do Programa UCA. A equipe da UFC esteve lá, representada pelas professoras Renata Jaguaribe e Silvana Holanda. O evento contou ainda com a participação da Superintendente do CREDE 12, Regina Viana, responsável pelo acompanhamento da escola, e das multiplicadoras do NTE, Ionês Alves e Jacinta Ferreira.

Durante o encontro foram discutidas ações para o uso dos laptops de modo interativo e colaborativo. Com esse intuito, Renata apresentou aos presentes algumas possibilidades pedagógicas da utilização do blog abordando essa perspectiva por meio de exemplos de blogs existentes e das próprias funcionalidades disponibilizadas pela ferramenta.

Em outro momento, os professores do LEI, Suely Teixeira e Marcílio Dias, relataram a migração do sistema Metasys para o “Ubuntuca”, versão do Ubuntu Retbook Remix 9.1. De acordo com esses docentes, a mudança tem agradado os alunos e professores que não sentiram dificuldade em utilizar os laptops com essa nova configuração. O “Ubuntuca” traz novos programas educativos, entre eles, o GCompris, além do pacote de escritório BrOffice.

Fonte: Professoras Silvana Holanda e Renata Jaguaribe e Blog UCA Quixadá.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Formação de gestores do Programa UCA em Sobral

No dia 02 de setembro aconteceu mais um encontro do grupo de formação do Programa UCA da UFC com os gestores da Escola Profissional São José, em Sobral. Participaram do encontro a equipe da UFC, representada pelos professores Neil Resende e Jaiane Ramos, a professora Joelma da 6ª CREDE, os gestores da escola, professora Célia e Zilma e o professor do Laboratório de Informática, Samuel Oliveira.

O encontro teve como objetivo principal a explicação dos itens para a elaboração do PROGITEC, o projeto que está sendo elaborado por todos os gestores das escolas UCA cearenses durante a formação do Módulo 3B no ambiente e-Proinfo. A seguir, veja fotos do encontro:




Fonte: Blog UCA da Escola Profissional São José

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Vídeos tutoriais sobre ferramentas do Ambiente e-Proinfo

O Blog do Programa UCA de Santa Catarina disponibilizou três tutoriais sobre as ferramentas Mensagens de Texto, Portfólio e Fórum do ambiente e-Proinfo. Assista-os a seguir:


Mensagens de Texto

O vídeo seguinte apresenta como realizar o envio de mensagens de texto pelo ambiente e-Proinfo. Essa ferramenta corresponde a mensagem de e-mail e por meio dela você pode se comunicar com os participantes de sua turma.



Portfólio

A ferramenta Portfólio possibilita o armazenamento de textos, fotos, vídeos, entre outros arquivos. Ela está disponível em dois locais do ambiente: no “Meu Espaço” (aparece em cor vermelha), enquanto que no espaço da Turma ou no espaço dos módulos do Curso (em cor verde). O vídeo tutorial criado pelo prof. Diego Fausto Ramos trata exclusivamente do Portfólio da Turma ou do Curso (cor verde). Neste espaço o material armazenado pode ser compartilhado e comentado pelos participantes da turma. 



Fórum

O Fórum é um espaço virtual no qual os participantes podem expor suas opiniões e comentar as respostas dos colegas. O vídeo abaixo mostra como realizar postagens por meio dessa ferramenta.





Fonte: http://pro-uca-sc.blogspot.com/

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Dissertação e Palestra sobre UCA serão apresentados no mesmo dia

No dia 31 de agosto haverá duas interessantes atividades sobre o Projeto UCA.

Às 9h será defendida a primeira dissertação de mestrado sobre o Projeto UCA no Ceará. A autora é Renata Lopes Jaguaribe Pontes, que apresentará o trabalho intitulado "O Uso da Web 2.0 na Educação: Um estudo de caso com professores participantes do projeto Um Computador por Aluno (UCA)".

A defesa ocorrerá no NUPER, na Faculdade de Educação da UFC (CH 1, Benfica) e terá como banca examinadora os professores José Aires de Castro Filho (UFC), Simão Pedro Pinto Marinho (PUC-MG) e Eduardo Santos Junqueira Rodrigues (UFC).

Às 14h acontecerá a palestra "Formação Brasil no Projeto UCA: desafios nas Minas Gerais", proferida pelo Prof. Simão Pedro Pinto Marinho (PUC-MG), coordenador da equipe de formação do UCA em Minas Gerais e membro do GT-UCA. A palestra será realizada no Auditório do Centro de Humanidades (prédio da Biblioteca de Humanidades, Benfica).

 
Fonte: Profº. José Aires de Castro Filho, coordenador do Programa UCA no Ceará, Instituto Universidade Virtual.
Link para esta notícia: http://www.virtual.ufc.br/portal/trabalho-de-mestrado-e-palestra-sobre-uca-ser%C3%A3o-apresentados-no-mesmo-dia.aspx

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Vídeo do Lançamento do Programa UCA em Iguatu

Assista a seguir ao vídeo produzido pelo Instituto UFC Virtual durante o lançamento do Programa Um Computador por Aluno (UCA) na Escola Francisco Holanda Montenegro, em Iguatu. Esse vídeo também pode ser acessado pelo Canal do Programa UCA Ceará no You Tube.

Boa sessão!



quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Lançamento do Programa UCA em Iguatu


No último dia 19 de agosto a Escola de Ensino Médio Francisco Holanda Montenegro, localizada no distrito de Alencar, no município de Iguatu, realizou o lançamento do Programa Um Computador por Aluno (UCA). A solenidade contou com a presença do professor Universidade Federal do Ceará (UFC) e coordenador do Programa UCA no Ceará, José Aires de Castro Filho; o coordenador da CREDE 16, professor Tadeu Teixeira de Sousa; o Presidente da Câmara dos Vereadores, Sr. Ednaldo de Lavor Couras; o representante da Secretaria de Educação do Município, Francisco Alves da Silva; o representante do SEBRAE, Manuel Pessoa Neto; o Diretor do LICEU de Iguatu, Bibiano Alves de Lavor; a professora Márcia de Oliveira Morais, formadora do Programa UCA e os multiplicadores do NTE, professores Leôncio Ivo dos Santos Filho e Cleudimar Maria de Moura Araújo.

A cerimônia, prevista para às 19h, iniciou com a composição da mesa, seguida pela execução do hino nacional pela Banda Municipal regida pelo maestro Francisco Prudêncio e execução do hino do Estado. Após esse momento houve a apresentação do cordel “Um novo jeito de ensinar, uma nova forma de aprender” pelo aluno Luiz Amárico, apresentação do histórico da escola e do programa pela diretora Maria Gneglaudia Holanda, a fala das autoridades, além da entrega simbólica do laptop educacional à aluna Marla de Oliveira Guedes pelo professor José Aires e a apresentação de um vídeo com depoimentos de professores e alunos. Por fim, foi servido um coquetel aos convidados.





Fonte: Professora Márcia Morais.

Fotos: Otacílio Vieira.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Programa UCA será lançado em Iguatu

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Francisco Holanda Montenegro, na Vila Alencar, em Iguatu, lança nesta sexta-feira (19), às 19h, o Programa Um Computador por Aluno – UCA.

A Escola Francisco Holanda Montenegro, que tem 14 professores e 223 alunos, passou por várias mudanças para receber o Programa UCA: reformas na rede elétrica, contratação de serviço de segurança 24h, troca de mobiliário, disponibilidade de serviço de Internet banda larga, reforma para adaptação da sala forte com os armários para carregar os laptops e ar condicionado, além de outras melhorias.

Desde o início do ano letivo de 2011, os docentes desenvolvem algumas estratégias que possibilitam o uso contínuo dos laptops como ferramenta pedagógica, destacando-se a criação de blogs para cada disciplina, nos quais postam suas aulas e passam a ministrá-las utilizando o computador portátil como principal apoio.

O Programa UCA é uma ação do governo brasileiro que tem como finalidade promover a inclusão digital dos alunos das escolas públicas do país, dando oportunidade de utilização das tecnologias digitais a partir de inserção de laptops educacionais tipo Classmate nas salas de aula.

O Programa UCA no Ceará

No Ceará, o programa é coordenado pelo Instituto UFC Virtual, unidade acadêmica da Universidade Federal do Ceará, encarregado pelo Ministério da Educação para implantação do programa em nove escolas do Estado, como também pela formação das equipes das Universidades responsáveis pelo Programa no Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte, sob a coordenação geral e pedagógica dos respectivos professores: Mauro Cavalcante Pequeno e José Aires de Castro Filho. Além disso, também coordena as atividades com o laptop educacional do tipo XO de uma escola municipal da cidade de Maracanaú-CE.

Em junho de 2010 foi iniciada a formação para os professores-multiplicadores dos Núcleos de Tecnologia Municipais e Estaduais (NTM e NTE). Juntamente com a equipe de formadores da UFC esses educadores são responsáveis pela formação dos professores, atuando diretamente nas escolas integrantes do Programa UCA.

A formação dos professores e gestores da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Francisco Holanda Montenegro teve início em outubro de 2010. Desde então, a equipe da UFC e os multiplicadores do NTE, através de encontros periódicos, vêm dando suporte aos professores durante o planejamento das aulas para utilização do laptop educacional.

Para mais informações:

Profª. Maria Gneglauda Holanda, diretora da Escola Francisco Holanda Montenegro: (88) 3585-2069/9931-9200


quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Projeto "Telinha na Escola" capacita professores da rede municipal

Há um ano, Terezinha de Sousa utiliza a tecnologia e a Internet para incentivar o aprendizado dos seus alunos. Para a professora, responsável pelo laboratório de informática da escola Monteiro Lobato, no José Walter, a utilização das redes sociais melhorou o aproveitamento das aulas. “Percebemos que demos um passo à frente no jeito de ensinar”.

Para promover a utilização das novas tecnologias no ensino, 20 professores da rede pública de ensino do Município, entre eles Terezinha, participaram da capacitação para o Projeto Telinha na Escola. Realizado pela ONG Casa da Árvore em parceria com a Vivo e a Prefeitura de Fortaleza, o projeto tem o objetivo de incentivar os docentes a utilizar as novas tecnologias para ministrar os conteúdos. “Queremos fugir do modelo quadro negro e giz”, afirma Lívia Neiva, coordenadora do projeto.

O Telinha na Escola é realizado desde 2009 em Rondônia e Pernambuco. Este ano, o projeto chegou a Fortaleza com a meta de atender 80 alunos através dos professores capacitados e de oficinas, realizadas por 12 meses nas escolas Joaquim Alves e Martha dos Martins.

Após dois dias de treinamento no Centro de Referência do Professor, os participantes elaboraram vídeos relacionados à temática escolhida: o escritor Lima Barreto. Um blog também foi criado para hospedar a produção dos participantes. “Eles já conhecem as ferramentas, mas há curiosidade de como é a melhor forma de utilizá-las”.

A câmera do celular é a principal ferramenta dos professores. “Queremos estimular a produção de vídeo de bolso”, explica Lívia. Para produzir os vídeos, cada uma das duas escolas vai receber três celulares e será acompanhada por instrutores da ONG Casa da Árvore. “A tecnologia tem o poder de tornar os professores mais ativos, inserindo o mundo real nos conteúdos da sala de aula”.

ENTENDA A NOTÍCIA
A capacitação dos professores para o projeto Telinha na Escola foi realizada nos dias 8 e 9 de agosto. No primeiro dia de atividades, os professores elaboraram um blog. No segundo, os professores foram às ruas da Cidade para produzir vídeos.

Mariana Freire

Fonte: http://www.opovo.com.br/app/opovo/fortaleza/2011/08/10/noticiafortalezajornal,2277770/projeto-capacita-professores-da-rede-municipal.shtml


Comentário Blog UCA Ceará: A produção de fotos e vídeos também pode ser realizada pela câmera disponível no laptop educacional e compartilhada em blogs produzidos pelos próprios professores e alunos em sala de aula, por meio da internet wifi instalada nas escolas contempladas com o Programa UCA.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

UFC realiza encontro com equipes UCA da UFRN, UFPI e UFMA


Professor Rodrigo Veras (UFPI) realizando apresentação

Nos dias 11 e 12 de agosto a equipe do Programa UCA da Universidade Federal do Ceará (UFC) realizou um novo encontro com as equipes UCA da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), representada pelos professores Apuena Gomes, Cristina Leandro e Mizael Cortez; da Universidade Federal do Piauí (UFPI), representada pelo professor Rodrigo Veras; e da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), representada pela professora Francilene Duarte.

Durante o encontro cada equipe realizou uma apresentação sobre a situação atual do programa em seu respectivo Estado, socializando as dificuldades e os desafios técnicos e pedagógicos, como também os avanços conquistados e as experiências desenvolvidas por professores e alunos. Os relatos geraram uma discussão sobre as condições necessárias para a continuidade das formações e as perspectivas futuras do programa nos quatro Estados.

O próximo encontro das equipes UCA da UFC, UFRN, UFPI e UFMA será realizado durante o Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE) que acontecerá no período de 21 a 25 de novembro em Aracajú, Sergipe.